Paulo Oliveira

Percussão |

Paulo Oliveira iniciou os estudos musicais em Pedroso, V. N. de Gaia.

Em 1989 ingressou na Escola Profissional de Música de Espinho, onde frequentou o Curso de Percussão, sob orientação dos professores Carlos Voss, Elizabeth Davies e Miguel Bernat. Em 1999 concluiu a licenciatura em Percussão na ESMAE/IPP, sob orientação do professor Miguel Bernat. Frequentou o Rotterdam Conservatorium (Holanda), onde trabalhou com os professores Robert van Sice, Miguel Bernat e Emanuel Séjourné. Em 2004 concluiu o Mestrado em Música-Percussão na Universidade de Aveiro, realizando a sua dissertação sobre o tema:   “O Ensino da Percussão nos Conservatórios Públicos em Portugal: Análise Crítica”.

Frequentou estágios de Percussão com S. Fink, Graham Jones, M. Ramada, Ian Pustjens, Emanuel Séjourné, G. Octors, Kroumata Ensemble, Steven Schick, entre outros. Assistiu ainda a masterclasses de Keiko Abe, Glen Velez, Robyn Schulkowsky, Sylvio Gualda, Evelyn Glennie, Bob Becker e Leigh Howard Stevens.

Colaborou, como percussionista convidado, em vários concertos com a Orquestra Clássica do Porto, Orquestra do Porto – Régie Sinfonia, Orquestra de Câmara da Escola Profissional de Música de Espinho, Orquestra Sinfónica Portuguesa, Orquestra de Câmara Musicare, Sinfonieta – Orquestra Inter-Escolar do Norte, Solistas do Porto, Orquestra de Câmara de Pedroso, Oficina Musical, Brandon Hill Chamber Orchester – Bristol (Inglaterra), Orquestra Gulbenkian e Orquestra Nacional do Porto.

Membro fundador do Drumming – Grupo de Percussão, integrando este agrupamento participou em inúmeros concertos e recitais em Portugal, Espanha, França e Brasil, assumindo, entre 2004 e 2011, o cargo de Director Administrativo.

Executou várias obras em 1ª audição nacional assim como obras em 1ª apresentação absoluta dos compositores Juan Pablo Hellin, Jean-François Lézé, Eugénio Amorim e Jorge Prendas.

Foi Timpaneiro-Percussionista da Orquestra do Norte entre 1993 e 1996, conferente no 1º Festival Internacional de Percussão – Vila Real, Portugal. Orientou vários workshops e master classe  e colaborou em vários júris nacionais de concursos de percussão.

Leccionou no Conservatório de Música de Coimbra, Conservatório de Música de Aveiro Calouste Gulbenkian e Escola Profissional de Música de Espinho. Integrou a Orquestra Nacional do Porto em 2000 e actualmente é percussionista da Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música e professor no Conservatório de Música do Porto.